Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

OLHOS OBSCENOS



Olhos acesos
Verdes obscenos
Olham serenos
O corpo moreno
A desfilar
Postura sem par
Que quer registrar
Passagem feliz
Como matriz
De uma peça
Que sem pressa
Vem encantar...

Do outro lado
Da janela aberta
Um corpo moreno
Desfila feliz
Para quem quis
Somente observar
E até tocar
Com os olhos
De olhar sereno
De verdes obscenos
Pra satisfazer
O desejo de olhar...

                  Alexandre Taissum


.