Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

sábado, 27 de abril de 2013

SEM EXAGERAR...



Por que meu coração
Tremula com veneração
Comovendo-me de emoção?

Será ele aliado da paixão
Empenhado em comoção
Ou insistente por convicção?

- E então, qual é a razão?

Às vezes me perco em perder
O tempo que me resta viver
Só para tentar entender
O que ele quer me dizer

E todas às vezes, descambo
No abismo da desilusão
Ao lembrar daquela, a quem amo
E que me faz sofrer na solidão

Ai, o brilho se vai da cena
E me deixa na escuridão
O dourado vira negro
E traz as dores da paixão

Mas a vida segue enfim,
Pelos caminhos da realidade
Mesmo que longe do passado
Jamais libertarei essa saudade

- E a razão?! 

Ora... 
A razão é o meu amor
Soberano causador
Da minha forte dor

E o coração malvado
Lembra amargurado
A mulher do meu passado

Que um dia me fez sonhar
E hoje, sem exagerar,
Ainda me faz chorar...

            Alexandre Taissum


.