Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

sábado, 6 de outubro de 2012

AO SABOR DO SAL



Vento úmido
Maresia
Me trazem
Velhas lembranças
Corroídas
Pelo tempo
Pegadas desmancham-se
Ao lamber das ondas
Que sentem o sabor da areia
Salgada
Deveria ser doce
Porque é doce
O sentimento
Na ternura da maciez
Que envolve
Meus passos
Este lugar
É paz
E tudo que nele
Habita
Me  refaz
Eu tenho novamente
A visão
Do paraíso
Tão meu
Tão seu

                  Adri Verdi