Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

terça-feira, 6 de março de 2012

É SEMPRE ASSIM...


Como não se encantar
E não se entregar?
Como não se render
Ou não se deixar vencer?

É sempre assim:

Não consigo resistir
Aos encantos vencidos,
E me entregar rendido
Ao convívio agradável,
E jamais ponderável,
De um ser quase perfeito
Que me tira os defeitos
E os maus vícios soltos
Subtraídos aos poucos
E com carinho lapidar,
De um modo bem singular,
Qualquer jeito machista
Que um sujeito insista,
Diante do sensível ser,
Que ali está para mover
Todo mal que ninguém quer
Mas só compreendido por uma mulher...

E submetido aos cuidados dela,
Me rendo, me entrego à ela.
Porque um homem de verdade
Se deixa vencer na vaidade,
Se entrega aos suaves carinhos
De quem lhe mostra bons caminhos.

E assim vivo profundamente encantado
E assim amo eternamente enamorado...

E é sempre assim...

                                                 Alexandre Taissum


.