Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

terça-feira, 1 de maio de 2012

JARDINS


No silêncio, habito,
Nele, busco um sinal,
Abro uma porta imaginária
Para um jardim imaginário
E com ele vou ter,
Com as pequenas vidas que ele guarda,
As folhas dormem
Lá onde o dia as havia deixado,
As flores dormem
Lá onde haviam brotado
Para pensar o dia...

                                         Sheila Camargo


.