Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

PARAFRASEANDO TAGORE

Eu faço, crio, sinto, imagino
o que eu quero,
em minha vida não há lugar
para tormentos e lamentos,
em minha vida não há lugar
para culpas e arrependimentos.

Ausento-me,
e sigo em busca de outros
que gostam de inventar
o próprio mundo,
não gosto do que não me instiga,
meu cristal...

Meus dias se passam lentos
tendo a olhar para o que está além
da camada superficial
mais importante do que penso
é o que apreendo:
“gravetos humildes e sempre secos”
a alimentar a fogueira
das minhas idéias incandescentes.

                                              Sheila Camargo


.