Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

QUEM É A SOLIDÃO?


Sei muito bem quem é a solidão,
Já me foi companheira viajante,
Por muitos cantos desse meu país
Além do considerável e distante...

Com ela conversava sem opção,
Contava-lhe histórias marcantes
Também lhe perguntava das suas,
Como se fosse minha semelhante.

Mas nem vulto parecia ser então,
Sem imagem que tivesse semblante,
Pois era apenas companhia em vão
Que seguia ao lado, não obstante.

Foram muitos dias sem distinção
Que juntos, por muitos instantes,
Cruzamos várias estradas de chão
Ou margeando várzeas e vazantes.

Também foram noites de escuridão
Ao qual me dava mão congelante.
Por medo? Não, só pela solidão
Almejando pelo dia clareante.

Mas acostumado andar no mundão
Um rato d’estrada incessante
Rodando sobre o negro tapetão
Ou voando em céu emocionante

Sozinho? Sim! Porém nunca, não!
Mesmo sem ver alguém relevante
Ia juntado em cada ocasião
À solidão, boa acompanhante...

Sei muito bem quem é a solidão.
Sem imagem que tivesse semblante,
Mas com ela conversava sem opção.
Boa solidão, ótima acompanhante...

                                            Alexandre Taissum