Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

NARCISO

Eu me contemplo em minha obra
como num espelho
a minha genialidade
eu guardo só pra mim
se cometo plágio dissimulado
ou escancarado?
assim meu mundo é reinventado
eu busco na origem e no fundo
de todo sentimento
sentido e sufocado
de todo o criado e o incriado
eu busco tudo que está abaixo
da camada superficial
o curto viver
o longo sentir
tantas palavras que ficaram
por ser ditas
tantas palavras que se perderam
nas entrelinhas

                              Sheila Camargo