Leiam, reflitam, sonhem, viajem e comentem... Os comentários são importantes para sabermos suas opiniões.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Bosques e Orvalhos

Um leve torpor agita meu corpo
um pouco de angústia e medo
meu espírito lentamente se desprende
sinto que vou pisar um território encantado
peço licença aos guardiões da floresta
meus pés nus vão pisar os bosques
molhados de orvalho, reverentes,
são sagradas as lágrimas dos deuses.

                                         Sheila Camargo